Tomate Confit

A palavra “confit” vem do verbo francês “confire”, ou seja, conservar. Consiste em cozinhar o alimento e depois guardá-lo imerso na própria gordura ou no azeite. Ainda sonho com as carnes confit que minha avó fazia. Ela preparava, e guardava dentro de latas em um quarto escuro da fazenda, quanta lembrança boa tenho desta época! Na hora de servir, deve-se retirar a gordura do cozimento, e aquecer lentamente.
O tomate confit é muito parecido com o tomate seco, a diferença fica por conta do tempo de cozimento (que é bem menor) e também das especiarias que adicionamos.

Imagem

Sempre faço para receber os amigos. A receita é muito simples e prática, então vamos lá: corte os tomatinhos cereja ao meio e retire as sementes, disponha em um tabuleiro com a parte cortada para cima e salpique açúcar, sal e pimenta. Regue com azeite. Gosto de usar alho e alecrim também. Asse por 30 minutos e quando estiver frio cubra com azeite e leve para a geladeira.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Existe uma coisa ainda mais deliciosa que este tomatinho… O perfume que ele deixa na nossa casa enquanto assa…

Com carinho…

Andréa Campbell

6 pensamentos sobre “Tomate Confit

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s